quarta-feira, 29 de julho de 2015

ANJO GUARDIÃO NA VISÃO ESPÍRITA


Em entrevista à Revista Espírita Allan Kardec, o Orador Espírita Raul Teixeira fala sobre os Anjos, que aqui transcrevemos:


P: - É PONTO PACÍFICO EM TODAS AS RELIGIÕES, QUE TODO INDIVÍDUO TEM UM ESPÍRITO PROTETOR OU “ANJO DA GUARDA” QUE O ACOMPANHA DURANTE TODA A VIDA. ESSE ESPÍRITO FICA SEMPRE JUNTO DO SEU PROTEGIDO OU SUA ATUAÇÃO SE FAZ À DISTÂNCIA?
R: - Esse Anjo da Guarda estará sempre junto ao seu protegido, sem que esse "estar junto" seja entendido física ou geograficamente. Mesmo que se encontre à distância do protegido o Anjo Guardião estará "perto", desde que o seu tutelado se mantenha psiquicamente a ele vinculado. Isso nos permite dizer que a atuação do Guardião pode fazer-se estando próxima ou distante, fisicamente, do seu protegido.

CRESCER É PRECISO


 
"APRENDAMOS A SER NÓS MESMOS. SEM ALEGRIA, SORRISOS, AMOR E AMIZADE ARTIFICIAIS."

Rudymara

LIBERDADE DE EXPRESSÃO


Liberdade de expressão é o direito de manifestar livremente opiniões e ideias. Entretanto, o exercício dessa liberdade não deve afrontar o direito alheio, como a honra e a dignidade de uma pessoa ou determinado grupo. O discurso do ódio é uma manifestação preconceituosa contra minorias étnicas, sociais, religiosas e culturais, que gera conflitos com outros valores assegurados pela Constituição, como a dignidade da pessoa humana. O nosso limite é respeitar o direito do outro.

Fernando Zingra

OBSERVAÇÃO DE RUDYMARA: Nós podemos dizer que não concordamos com um pensamento, uma religião, uma forma de Governo ou governar, etc., mas não devemos insuflar ódio, desrespeito, violência. Por exemplo, o humorista ateu, Fábio Porchat, faz humor denegrindo a imagem de personagens da Bíblia, como Jesus e Maria. Veja o que ele disse em uma entrevista:

CARTA AS MÃES QUE PERDERAM SEUS FILHOS



Mãezinha querida... Seu coração está em pedaços...

Não há dor maior do que a perda de um filho...

Aprendemos a amá-los de uma forma tão grandiosa, tão completa, que não conseguimos mais enxergar o mundo sem a sua presença ao nosso lado.

Descobrimos um tipo de amor que nos faz crescer e nos faz amar a vida como nunca antes havíamos amado.

OS CINCO MAIORES ARREPENDIMENTOS DE UM PACIENTE TERMINAL



Recentemente foi publicado nos Estados Unidos um livro que tem tudo para se transformar em um best seller daqueles que ajudam muita gente a mudar sua forma de enxergar a vida. The top five regrets of the dying (algo como “Os cinco principais arrependimentos de pacientes terminais”) foi escrito por Bronnie Ware, uma enfermeira especializada em cuidar de pessoas próximas da morte

1. Eu gostaria de ter tido coragem de viver uma vida fiel a mim mesmo, e não a vida que os outros esperavam de mim

terça-feira, 28 de julho de 2015

Capítulo VI - O Cristo Consolador

 M• O jugo leve • Consolador prometido • 

                             Instruções dos Espíritos: Advento do Espírito de Verdade O jugo leve 

1. Vinde a mim, todos vós que estais aflitos e sobrecarregados, que Eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei comigo que sou brando e humilde de coração e achareis repouso para vossas almas, pois é suave o meu jugo e leve o meu fardo. (Mateus, 11:28 a 30.) 
2. Todos os sofrimentos: misérias, decepções, dores físicas, perda de seres amados, encontram consolação na fé no futuro, na confiança na Justiça de Deus, que o Cristo veio ensinar aos homens. Sobre aquele que, ao contrário, nada espera após esta vida, ou que simplesmente duvida, as aflições caem com todo o seu peso e nenhuma esperança lhe mitiga o amargor.
                         Foi isso que levou Jesus a dizer: “Vinde a mim todos vós que estais fatigados, que Eu vos aliviarei.” Entretanto, faz depender de uma condição a sua assistência e a felicidade que promete aos aflitos. Essa condição está na lei por Ele ensinada. Seu jugo é a observância dessa lei; mas esse jugo é leve e a lei é suave, pois que apenas impõe, como dever, o amor e a caridade.

Evangelho no Lar para que serve?

Evangelho-no-lar

“Onde estiverem dois ou mais reunidos em meu nome,
eu estarei lá”.
Jesus (Mateus, 18:22)


O Evangelho no Lar é um roteiro simples de oração familiar, com o objetivo primordial de espiritualização do ambiente caseiro.
Além de proporcionar a evangelização de cada participante, atrai para o domicílio a presença de bons Espíritos e do próprio Jesus.
Esta é a maneira mais prática de afastar os maus Espíritos.
“Família que ora unida, permanece unida”.
É um momento de recolhimento, aprendizado e oração, para harmonizar nossa casa e a todos a quem dirigirmos nossas preces.
 PREPARAÇÃO: