sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Buscando o equilíbrio holístico


Uma das nossas maiores dificuldades é sabermos lidar com nossa instabilidade psicoemocional. Geralmente, as pessoas que buscam o autoconhecimento, leem muitos livros sobre o tema, se entupindo de informação, de conhecimento, mas isso nem sempre se transforma em sabedoria. Para isso, é fundamental a compreensão real do conteúdo aprendido, o que só é possível vivendo nossas experiências diárias, procurando estar com uma maior lucidez possível, em cada momento de dificuldade e mesmo nos de alegria e bem-estar que vivenciamos.
Isso não significa que devemos nos analisar o tempo todo.

Uma doutrina em construção


Todo aquele que crê haver em si outra coisa além da matéria é espiritualista. Mas isso não significa que todo espiritualista aceite a existência e a comunicação com os espíritos. Portanto, para evitar confusão, Allan Kardec preferiu classificar como espírita todo aquele que é adepto dos princípios do Espiritismo, propondo uma codificação, uma reunião de postulados que pudesse servir de guia e base para os espíritas.
Muitos conceitos ensinados na codificação podem ser encontrados, idênticos ou semelhantes em muitos aspectos, em algumas doutrinas do Oriente, como no Budismo, no Hinduísmo e mesmo no Judaísmo; nas antigas tradições xamânicas, etc.

Fitoenergética


A Fitoenergética é um sistema natural de cura e equilíbrio que pode fornecer a todas as pessoas uma ferramenta eficiente, simples e acessível contra todas as doenças da alma, tão evidentes no nosso dia a dia. Atua além dos campos da medicina tradicional que é estruturada apenas na questão orgânica e física, e, na grande maioria dos casos, não pode explicar as verdadeiras origens e causas das doenças.
A Fitoenergética não só propõe tratamentos alternativos de eficiência comprovada, mas também estimula a busca do conhecimento da causa geradora do problema, ou seja, a expansão da consciência.
Os seres humanos se tornam sensíveis a todos os tipos de influências negativas quando seus aspectos mentais e emocionais estão fragilizados, tornando-os extremamente vulneráveis. O uso adequado da Fitoenergética consegue nos trazer equilíbrio em todos os aspectos (físico, emocional, mental e espiritual), sendo capaz de nos gerar paz e harmonia em níveis mais profundos.

BALA PERDIDA NA VISÃO ESPÍRITA

Foto: :/ BALA PERDIDA NA VISÃO ESPÍRITA :/  

<3 PERGUNTA: Um homem mal intencionado lança sobre alguém um projétil que o toca de leve e não o atinge. Um espírito benevolente pode tê-lo desviado? <3 
RESPOSTA: Se o indivíduo não deve ser atingido, o espírito benevolente lhe inspirará o pensamento de se desviar ou poderá ofuscar seu inimigo de maneira a fazê-lo apontar mal. Porque o projétil, uma vez lançado, segue a linha que deve percorrer. (L.E. questão 528)

Vejam que os espíritos não desviam a bala que poderá nos atingir. Mas poderão inspirar quem atira para errar o alvo ou inspirar o alvo a sair da mira. Mas, se a pessoa a ser atingida não estiver em sintonia com o espírito amigo, não ouvirá o alerta. 
A Terra é um planeta de provas e expiações. O simples fato de aqui vivermos significa que somos Espíritos comprometidos com débitos que justificam qualquer tipo de sofrimento ou morte que venhamos a enfrentar, como contingência evolutiva, sem que tenha ocorrido um planejamento dos superiores celestes nesse particular. Como Deus colocaria um filho no mundo para se comprometer com a lei divina só para que outro filho resgate um débito? Um quita seu débito e o outro contrai? Se fosse verdade o que atira não teria culpa, já que nasceu para fazer aquilo. Se, por acaso, esta pessoa estava, como dizem, “no lugar errado na hora errada”, ele apenas adiantou o pagamento de algum débito. Ninguém nasce para matar nem para morrer assassinado. Nós acreditamos que nascemos para evoluir.
COMO DEVE PROCEDER O ESPÍRITO ASSASSINADO, NO PLANO ESPIRITUAL? 
As “pseudovítimas”, se conseguirem superar as reações de ódio e vingança, ganham muito. Regressam à Espiritualidade como alunos bem sucedidos em inesperado teste, habilitando-se a uma situação melhor no futuro. E aqueles que se tornarem verdugos (obsessores), um trágico futuro os aguarda, em virtude de seu comprometimento com o mal. Este conselho serve também aos encarnados. Toda vingança é contrário ao perdão. O assassino é um enfermo da alma. Fazer justiça com as próprias mãos, seria igualar-se ao irmão desequilibrado. O pedido de Jesus, não deve ficar no papel. É no momento de dor que somos testados.

Compilação de Rudymara baseado em respostas de Richard Simonetti
PERGUNTA: Um homem mal intencionado lança sobre alguém um projétil que o toca de leve e não o atinge. Um espírito benevolente pode tê-lo desviado?  
RESPOSTA: Se o indivíduo não deve ser atingido, o espírito benevolente lhe inspirará o pensamento de se desviar ou poderá ofuscar seu inimigo de maneira a fazê-lo apontar mal. Porque o projétil, uma vez lançado, segue a linha que deve percorrer. (L.E. questão 528)

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Às voltas com Espíritos

 






Não é necessário que alguém acredite na existência de entidades espirituais para que elas atuem das formas mais diversas na vida das pessoas.
o se faz indispensável que alguém seja espiritualista a fim de estar às voltas com as ações de Espíritos desencarnados, nos caminhos humanos.
É importante lembrar que a Humanidade terrena é composta por todos os Espíritos que o Criador a ela destinou, em razão da lei de afinidades, e os colocou sob a coordenação de Jesus, o Cristo.

O preço do orgulho

 
Os afazeres nas manhãs de sábado, naquela família, eram rotineiros, quase tradicionais. Era o dia da faxina.
Cabia à mãe coordenar as atividades, distribuindo às filhas os deveres domésticos, enquanto aos filhos cabiam os deveres do mundo.
Injusta ou não, essa era a estrutura familiar vigente.
Certa manhã, após grande esforço físico e tempo dedicado, Cecília terminava de encerar e fazer brilhar o assoalho da sala.